Cabelos Indesejados: como deixar as orelhas e o nariz limpos

É comum a gente dar mais atenção aos cabelos de algumas regiões específicas como peitoral, axilas, púbis e rosto. Mas existem dois pontos de crescimento de cabelos que não são tão desejados assim: nariz e orelhas.

É bem verdade que algumas pessoas têm o crescimento dos fios nessas regiões de forma muito lenta, porém outras pessoas precisam de uma atenção constante. Esses fios servem como defesa para o nosso organismo, contendo resíduos que podem ser prejudiciais à saúde.

Se por um lado o crescimento de cabelos no rosto, nas regiões pubianas ou em axilas ainda é rotulado como “estilo”, ainda não chegou a moda dos cabelos do nariz e das orelhas avantajados. Então para que você possa escolher tirá-los, seguem algumas dicas de como cuidar dessa região e evitar o seu aparecimento indesejado.

Quais as diferentes formas de remover esses fios?

1. Máquinas aparadoras e tesoura

A opção mais simples e que vem ganhando mais destaque é a utilização das máquinas aparadoras, conhecidas como trimmers. De fato, é uma opção que tem sido cada vez mais acessível e segura, sem causar muitas dores.

A utilização da máquina irá aparar ou remover completamente o cabelo da região de seu uso. Dessa forma, a remoção pode ser no ponto que você considerar ideal, sem que machuque a camada fina da pele na parte interna do nariz.

A forma mais usual atualmente são os aparelhos elétricos, que estão substituindo o uso de tesouras, que é outra forma de remover os fios. As máquinas possuem aparência arredondada e podem ser facilmente adquiridas em lojas ou pela internet. O formato encaixa bem no nariz. Para a região da orelha, o modelo convencional com lâminas retas pode ser mais indicado.

2. Cera ou pinça

Só de pensar nessas duas opções já deu uma aflição, certo? As remoções por cera ou pinça podem ser dolorosas, em alguns casos contraindicados, porém apresentam alguns benefícios.

Começando pelo benefício, a utilização da cera ou pinça consiste na remoção completa dos fios, diretamente dentro do nariz, no ponto de origem. Essa forma de remoção é mais duradoura, com os fios levando até um mês para crescerem novamente ao tamanho inicial. Desse modo, o benefício da cera e da pinça é a limpeza completa e por um período longo.

Por outro lado, pode não ser recomendada para todos os casos. Esse modo de remoção gera pequenas lesões que podem infeccionar. Assim, é importante identificar se você é uma pessoa que possui essa região interna do nariz mais sensível e que habitualmente infecciona após esse tipo de remoção. A pele da orelha é mais resistente que a do nariz, então esse tipo de remoção pode ser aplicado em um dos pontos e não em outro.

3. Remoção a laser

Essa forma de remoção de cabelos da região do nariz e da orelha ainda é vista com menos frequência, muitas vezes não sendo recomendada. Porém, alguns centros de depilação a laser costumam fazer esta técnica nessas regiões.

A utilização do laser é a remoção mais duradoura, e até permanente, depois de um período prolongado de sua utilização. A sua controvérsia está nas lesões pequenas, especialmente na pele do nariz, que por ser muito sensível, é comum. Assim, sua aplicação normalmente é mais superficial, sem alcançar fios muito profundos.

Além desses aspectos negativos, outro ponto está no custo do seu tratamento, que normalmente é mais elevado que as outras formas de remoção. Se você deseja experimentar e ter menos problemas com o crescimento persistente dos fios nas regiões das orelhas e nariz, procure um centro altamente especializado com um médico especialista que faça essa intervenção. Tome cuidado com o local onde você fará o tratamento.

Mas afinal, é seguro remover esses fios?

Apesar das funções desses fios, especialmente o do nariz (os cabelos das orelhas são questionáveis quanto a sua funcionalidade), a sua remoção é segura sim. Porém, é importante observar se essa remoção frequente não vem lhe causando quadros alérgicos mais frequentes, ou até mesmo infecções do trato respiratório. Algumas pessoas com mais alergias respiratórias ou asma podem perceber melhor os efeitos da remoção desses fios.

Por outro lado, nem sempre é possível perceber isso, uma vez que outros fatores são mais determinantes como mudanças de temperatura, qualidade do ar etc. De qualquer forma, pegue leve na remoção desses fios, buscando apenas aquelas regiões mais superficiais e aparentes.

Dicas finais de como fazer certo

Se incialmente for um desejo seu remover por contra própria, comece com cuidado, removendo aqueles maiores, mais aparentes e superficiais. Esses fios normalmente são visíveis até mesmo sem mover a cabeça para trás.

Com a utilização da máquina você pode aparar os fios mais superficialmente.

  • Ache um bom ponto de luz, que facilite a sua visão.
  • Limpe completamente o nariz e o seu conteúdo interno.
  • Passe a máquina no ponto visual frontal e, em seguida, incline a cabeça para trás. Apare até atingir o ponto ideal na sua visão.
  • Para finalizar, assoe o nariz, limpando os fios removidos, e faça uma nova passagem mais interna, retirando com um pouco mais de profundidade.

A conclusão pode ser a utilização de uma pinça para remover um ou outro fio mais rebelde que a máquina não conseguiu tirar.

Atualmente, existem ceras para utilização em casa que podem facilitar a sua aplicação. Geralmente são aquecidas no micro-ondas e poder ser aplicadas com um palito semelhante ao usado em picolé.

Para uma remoção mais profunda e com maior duração, como a do método de laser ou até mesmo de cera, procure uma clínica e um especialista.

One thought on “Cabelos Indesejados: como deixar as orelhas e o nariz limpos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.